“O Shakhtar não vai nem igualar os 18 milhões por Pedrinho”

Advertisement

Aí está o primeiro comentador de transferências apanhado na curva, pelas suas próprias declarações. Basta umas contas no twitter e alguns empresários, e têm um programa de transferências.

Bruno Andrade, que em tempos era um frequentador do dragão, demonstrava um certo desejo para que o negócio do Pedrinho fosse ruinoso para o Benfica. Chegou até a dizer que muito dificilmente chegaria aos 18 milhões. Lançou a dúvida sobre se o negócio tinha pernas para andar e que a questão estaria do lado do Benfica, se este aceitaria vender entre 12 a 15 milhões.

 

 

Pelo meio ainda lançou uma “info” que disse confiar de olhos fechados.

 

 

Conforme o comunicado de ontem, Pedrinho foi vendido por 18 milhões de euros, valor que o Bruno Andrade dizia que era muito improvável. O Benfica não paga comissões sobre esta venda conforme diz o comunicado, mas paga o mecanismo de solidariedade.

Não vamos fazer nenhuma festa porque um grande negócio seria sempre acima dos 20 milhões de euros. Mas para quem andou a falar em negócio de 12 a 15 milhões de euros e a meter as mãos no fogo por informações, ontem ficou com a azia. E estamos a falar de Bruno Andrade. A tal informação 100% confiável não passou de treta.

Pode continuar.