ArbitragemFuteboltop

Os 3 lances e a dualidade de critérios

PUB

Vir falar na tanga do cartão alaranjado é o mesmo que não ter coragem de assumir que Makuta deveria ter sido expulso aos 11 minutos. Se há árbitros no ativo que não têm coragem de assinalar os lances, também há especialistas sem coragem de analisar os lances.

 

Há 3 lances capitais do jogo que se fosse no jogo do FC Porto tinha sido decididos de outra forma. Quem expulsa no final do jogo o jogador do Boavista, pela entrada sobre o Florentino, tem de expulsar o Makuta aos 11 minutos. Houve VAR para um e não houve VAR para outro porquê?

Advertisement

Depois vemos os especialistas da especialidade com as tangas do cartão alaranjado. Ou é cartão vermelho ou não é. Cartões laranja não existem. Se não têm capacidade de se assumir que era para vermelho, façam como o Coroado e gozem com quem paga para ler o que escreve.

 

O mesmo Makuta que não foi expulso, joga a bola com o braço na área do Boavista. A desculpa é que a bola bateu no chão e estava em contato com o Bah. Essa foi a teoria para não se assinalar penalti. O mesmo acontece noutro lance em que dizem que o jogador do Boavista joga a bola acima da axila e portanto é tudo legal. Leis jogo já percebemos que é para onde lhes dá melhor, agora não saber as zonas do corpo humano é grave para quem tem a responsabilidade de escrever num jornal.

 

Dizem que é a axila do Ferreira. Dizem os especialistas da especialidade e o VAR André Narciso. Se fosse o FC Porto a esta hora estava o Conceição no banco de Aveiro a protestar.

Vai ser um ano muito duro porque o primeiro lugar dá 100 milhões da champions. Ontem arriscamos 1 ponto para ganhar os 3 e saímos de lá sem nenhum, quando podíamos ter vencido com tranquilidade fruto do que a equipa estava a fazer mesmo com erros de arbitragem. Na próxima jornada o grupo vai dar a resposta que todos querem.

Leia também: Só uma destas entradas foi ao VAR e deu expulsão – Vídeo

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Advertisement
Botão Voltar ao Topo