Advertisement

Quando o treinador do FC Porto fazia piretes e gozava com os jornalistas

Estão a precisar de um treinador deste tipo

Advertisement

As virgens ofendidas que têm escrito mentiras sobre Roger Schmidt desde o final da última temporada, estão a precisar de levar com um treinador que lhe faz piretes. Estão a precisar de um assessor de imprensa que lhes diga: “Jornalismo de sarjeta, aqui não”

 

Após um início de campeonato em que um treinador faltou a todas as conferências de imprensa, por ser agressivo, mal educado e mal-humorado, o mundo da comunicação social desportiva ficou ofendido por Roger Schmidt ter falado, na flash, à Sport TV e não ter comparecido no pós-jogo. Isto depois de uma campanha promovida pelos jornalistas de esgoto, que tentam despedir o treinador desde o final da temporada passada.

Não começou na pergunta depois do derbi, aí foi um descarregar de toda a campanha que têm feito. O treinador e o clube não precisam da imprensa para nada e o blackout foi a melhor coisa que fizeram, apesar de, nas competições da UEFA, voltar a falar. Veremos a quem.

A imprensa, para além de lidar com um clube que anos a fio proíbe determinados jornalistas da RTP de fazer perguntas ou a A Bola de entrar nas instalações, o que eles têm mesmo saudades é dos treinadores que gozam com as perguntas ou lhes fazem piretes.

Agora podes seguir-nos no WhasApp e no Google Notícias

Este nunca falou em português e parece que nunca foi problema.

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
A semana dos recados