Advertisement

“Quero tranquilizar o universo benfiquista”

Presidente tranquiliza os sócios e adeptos do Benfica na apresentação de contas

Advertisement

Declarações de Rui Costa, presidente do Benfica, na apresentação do relatório e contas de 2021/22 (prejuízo de 35 milhões de euros), a decorrer no Auditório do Museu Cosme Damião.

“Esta conferência de Imprensa não é habitual, mas o Conselho de Administração decidiu fazê-la para explicar as opções estratégicas que nos levaram a este resultado e explicar ao universo benfiquista. Desde que me candidatei disse que iria privilegiar o aspeto desportivo e não o financeiro. Não quer dizer que descurámos a área financeira, mas ao fim de três anos sem títulos, decidimos apontar baterias aos resultados desportivos. Acredito que os que seguiram o mercado, tenham assistido a isso mesmo, reformulação do plantel, que privilegiamos aspetos desportivos, criando dinâmica diferente, fazendo 43 operações, que irei explicar na sexta-feira, como prometido, todas as operações de mercado. Acontece porque optámos por reformular o futebol profissional do Benfica, não por falta de meios para o inverter, porque tivemos inúmeras soluções, que a própria Imprensa foi noticiando. Tivemos propostas e foi opção nossa não fazer essas vendas. Permitir-nos-ia estar com outro resultado, mas se calhar não com estes resultados desportivos.”

“Dentro do aspeto financeiro, o que tivemos em mente, dento da estabilidade, foi salvaguardar a redução da massa salarial, que foi amplamente conseguida, e salvaguardar aspetos de tesouraria. Nestes dois pilares, ficamos amplamente salvaguardados. Diminuição salarial e tesouraria suficiente. Libertámos uma serie de ativos, criando estabilidade na nossa formação. Temos no plantel nove jogadores da formação, um recorde. Destes nove, apenas Samuel não se estreou e isso prova, ao fim de 10 jogos, o quanto queremos vincar este pilar, o quanto queremos apostar na nossa formação. Irá permitir-nos ter mais-valias desportivas e financeiras para o clube. Em nenhuma situação, em nenhum momento nos alarmamos, sabemos bem qual é o caminho que queremos percorrer, para chegar aos aspetos positivos temos de equilibrar. O caminho não está completo, mas demos passos gigantes para acontecer em breve. Conseguimos manter jogadores no plantel que podiam não estar. Vamos chegar à simbiose que queremos, resultados desportivos e financeiros.”

“Quero tranquilizar o universo benfiquista, que este resultado, apesar de ser negativo, foi pensado, estruturado, não aconteceu por falta de meios. Financeiramente, o clube está muito saudável, só foi possível usar esta estratégia pelo trabalho feito anteriormente.”

Comunicado à CMVM

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo