Futeboltop

Rui Costa: “É nestes momentos que temos de estar ainda mais unidos.”

PUB

INTERVENÇÃO DO PRESIDENTE DO SPORT LISBOA E BENFICA, RUI COSTA, POR OCASIÃO DA INAUGURAÇÃO DA CASA 2.0 EM SANTARÉM
19 de novembro de 2023

Senhor Presidente da Câmara Municipal de Santarém,
Senhor Presidente da Casa do Benfica em Santarém,
Membros dos Órgãos Sociais do Sport Lisboa e Benfica,
Casas do Benfica de todo o país, caros parceiros deste projeto e glórias do Clube aqui presentes,
Caras e caros benfiquistas,

Advertisement

Hoje cumpriu-se um sonho. Hoje fez-se história em Santarém. Está inaugurada a primeira Casa do Benfica 2.0.

Que momento especial para todos nós! Parabéns, Benfiquistas. Parabéns, Santarém!

É com enorme orgulho que celebramos hoje a conclusão de um projeto e de uma ambição que cresceram ao longo de vários anos e que tanto significado representam para o futuro do Benfica, para os Benfiquistas, mas também para a cidade de Santarém.

Uma cidade onde o Benfiquismo é vivido com imensa paixão e que se constitui como um notável exemplo, entre tantos outros em Portugal e no Mundo, da imensa dimensão da massa adepta Benfiquista.

Pub

É habitual dizer-se que o Benfica está onde quer que haja Benfiquistas. Pois bem! Aqui estou convosco a testemunhar como está bem vivo o Benfiquismo em Santarém e como há muito Benfica nesta bela cidade.

E este Benfiquismo que hoje aqui respiramos é o mais extraordinário património imaterial do Sport Lisboa e Benfica e a razão máxima da sua inigualável grandeza.

Uma dimensão singular que tem nas Casas do Benfica uma das suas expressões mais importantes e decisivas, tanto na fixação como na expansão do Benfiquismo. Um papel muito, mesmo muito relevante, na aproximação entre o Benfica e os Benfiquistas.

Por isso, aqui vos digo de uma forma muito frontal e com a honra que nos fica desta inauguração: as Casas do Benfica são essenciais no modelo de desenvolvimento do clube.

O crescimento da massa associativa do Sport Lisboa e Benfica não teria sido possível, nem teria sido tão expressivo, sem as Casas do Benfica, embaixadores de excelência no permanente germinar deste sentimento especial de Ser Benfiquista.

O meu muito obrigado, portanto, em nome do clube e, estou certo, de todos os benfiquistas, às Casas do Benfica e, em especial, à Casa do Benfica em Santarém.

Caros e caras benfiquistas,

Ninguém neste Clube está imune à crítica e, tal como disse no início da época, no Benfica não há créditos.

Queremos sempre mais! Mais títulos, mais vitórias, mais exibições. Essa é a essência do Benfica e o clamor da nossa história.

Mesmo se viemos de um campeonato ganho, uma supertaça conquistada e, num panorama mais alargado envolvendo todo o universo do Sport Lisboa e Benfica, mesmo se vencemos todos os títulos que o Benfica disputou em Portugal esta temporada: futebol e modalidades. Todos! O que representa mais 10 supertaças para o nosso Museu Cosme Damião.

Não me custa admitir que depois de dois anos consecutivos nos quartos de final da Champions, ambicionávamos uma outra campanha europeia. Mas no desporto, como na vida, nem sempre tudo é linear e perfeito em face daquilo que projetámos.

Mas é na adversidade, nos momentos difíceis e mais desafiantes que temos de ser ainda mais Benfica. É nestes momentos que temos de estar ainda mais unidos. Sermos a família Benfiquista que torna este clube único e imparável pela sua grandeza e força avassaladora, sempre que estamos unidos.

E nisso, deixem-me aqui expressar com orgulho: as Casas do Benfica têm sido um exemplo de união, de enorme e constante apoio e não só nos momentos em que tudo corre bem.

Estamos no primeiro lugar do campeonato e é aqui que queremos e merecemos continuar. Mas tal como o ano passado, na nossa caminhada até ao Marquês, temos de contar com o apoio de todos os benfiquistas. Todos. E em todos os momentos.

E por isso, aqui fica o meu apelo: juntos e unidos para os desafios que aí vêm. Juntos e unidos em busca do 39 e de mais títulos. Todos, sem nos deixarmos abalar e entrar na descrença à primeira contrariedade.

Com sentido de exigência, porque somos o Benfica, mas com a solidariedade e a coesão que fazem a nossa grandeza. Porque já demonstrámos que somos capazes. E que, quando assim é, nos tornamos imbatíveis.

Caros e caras benfiquistas:

A visão 2.0 que hoje concretizamos tornará ainda mais ambiciosa e marcante a presença do Benfica nesta cidade. E é também um importante ponto de partida e de viragem para o futuro.

Santarém é pioneira num projeto estruturante para o Benfica e que servirá de modelo para futuras Casas noutras geografias, portuguesas e além-fronteiras.

O modelo Casa do Benfica 2.0, além de assegurar todas as valências tradicionais, soma a componente associativa a uma visão mais empresarial, com serviços diferenciados para os benfiquistas e a população em geral, em linha com os valores fundamentais do clube.

A integração com a comunidade e o respeito pela sua identidade são linhas essenciais deste conceito inovador.

Atividades desportivas e educativas, dirigidas aos miúdos e aos mais velhos de acordo com as prioridades identificadas em cada região, a par de serviços inovadores e complementares que convidam à frequência da Casa, tornam este conceito ambicioso e de indiscutível excelência.

Viver o desporto como forma de integração social é uma das ideias matriciais da Casa 2.0. e que assume enorme relevância nos domínios do estudo em idade escolar, da prática desportiva, do envelhecimento ativo ou da convivência familiar, por entre uma oferta gastronómica de referência.

Um espaço para viver Benfica, num sentimento solidamente enraizado de uma grande família unida pela paixão ao nosso clube, mas também ao serviço da comunidade, ao serviço das gentes locais, numa vivência salutar capaz de envolver todas as gerações pelo desporto.  Que futuros atletas possam dar os primeiros passos precisamente nesta Casa, aqui em Santarém!

Caros e caras benfiquistas:

Gostaria de terminar com um agradecimento muito especial a duas pessoas que muito contribuíram e deram de si para que esta casa fosse uma realidade.

Se hoje a inaugurámos, a eles muito se deve. Refiro-me ao nosso vice-presidente, Dr. Domingos Almeida Lima, e ao diretor do Departamento das Casas, Jorge Jacinto. A ambos, o nosso muito obrigado.

O sucesso deste projeto será também o sucesso do Benfica!

Acreditamos, sem quaisquer reservas, que o novo caminho desta Casa 2.0, mesmo com as dificuldades e os desafios inerentes a quem é pioneiro, será percorrido com a determinação tão característica dos Benfiquistas. E que o resultado será frutuoso!

Acreditamos, igualmente, que mais Casas do Benfica seguirão este caminho, tornando assim o nosso querido Sport Lisboa e Benfica ainda mais forte e glorioso.

Viva a Casa do Benfica em Santarém!

Vivam os Benfiquistas!

Viva o Sport Lisboa e Benfica!

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Advertisement
Botão Voltar ao Topo