FutebolSem categoriatop

Schmidt: “São adeptos muito exigentes, mas eu gosto disso”

Tenho a certeza que os nossos adeptos vão apoiar-nos amanhã.

PUB

Sobre os adeptos e os assobios

“Já falei sobre isso no final do jogo da semana passada. Isso não é importante. Tenho a certeza que os nossos adeptos vão apoiar-nos amanhã. Podemos contar sempre com eles, são adeptos muito exigentes, mas eu gosto disso. Eles querem passar às meias-finais e nós também. Amanhã vamos lutar em conjunto”.

Advertisement

 


O ambiente esperado no Marselha

Pub

“Claro que há uma vantagem de jogar em casa, mas nós também já jogamos em Toulouse, em Glasgow, em Milão, em San Sebastián, já jogamos muitas vezes fora, mas não é novo. Sabemos que é um ambiente muito bom para a equipa da casa, mas ainda assim acho que somos capazes de nos focarmos no jogo. Isso é importante, focar no que se passa em campo e não nas bancadas. É isso que temos de mostrar amanhã, que sabemos lidar com este tipo de ambientes, que ficamos tranquilos e corajosos. Esse é o desafio, temos de mostrar qualidade e mentalidade e é assim que se passa às meias-finais.

A preparação da equipa

“Sim, neste tipo de ambientes é sempre mais difícil, mas já jogamos com este ambiente noutras vezes. Já jogamos jogos internacionais há dois anos e acho que sempre jogamos de forma corajosa, é isso que temos de fazer amanhã. Vendo os nossos últimos jogos, acho que os jogadores têm estado bem, a jogar bom futebol. No domingo também foi muito importante termos mudado tantos jogadores e manter o domínio do jogo. Alguns jogadores descansaram, outros conseguiram ter mais minutos. Era isso que queríamos, ter os jogadores todos em boas condições”.

As primeiras possíveis meias finais

Agora podes seguir-nos no WhasApp e no Google Notícias

As possíveis primeiras meias-finais

Penso só na nossa equipa e no Benfica, é importante para nós chegar às meias-finais. Esta fase dos quartos de final são já um desafio por si só, mas depois é diferente. Fica a faltar apenas um passo para a final. Isso significa que no final da temporada teremos um jogo enorme, isso é o nosso sonho. Temos jogadores jovens e experientes, acho que temos uma boa mistura. Já mostrámos nos últimos jogos europeus que temos a qualidade para chegar mais longe, agora é nossa responsabilidade voltar a mostrar isso. Com bom futebol, boa mentalidade e depois tudo é possível”.

O que esperar do Benfica

“Acho que temos de fazer um grande jogo. Claro que vai ser diferente, cada jogo é único. Amanhã jogamos a segunda mão, na primeira fizemos um grande jogo. Infelizmente, sofremos um jogo, mas ainda assim vencemos. O jogo amanhã vai ser trabalhoso, já que jogamos em casa deles. Isto faz parte das eliminatórias, tens sempre de fazer dois grandes jogos para seguir em frente. Nos quartos de final, a qualidade dos adversários é sempre grande, precisamos de fazer um jogo corajoso, acreditar em nós e respeitar a qualidade deles. Acreditamos que temos hipótese de passar a eliminatória.

Claro que sabemos que se não sofrermos passamos à meia-final, mas o nosso estilo de jogo não é apenas de defender. Temos de jogar o nosso futebol, temos de ser corajosos e isso significa que temos de jogar futebol ofensivo. Temos qualidade para marcar e vamos tentar fazê-lo. Não sabemos o que vai acontecer e temos de estar preparados para aquilo que o jogo nos dá. Já jogámos jogos fora na Liga Europa sem sofrermos golos, talvez seja possível amanhã, mas também pode não acontecer. E se assim for, temos de marcar, mas isso é sempre o nosso objetivo: marcar golos e ter um equilíbrio entre aquilo que é um jogo ofensivo e também sermos compactos contra um oponente difícil

Precisamos de tudo. Não somos uma equipa que apenas defende e espera o contra-ataque, isso não é o nosso estilo. Precisamos de ter posse de bola em fases do jogo, precisamos de mostrar a nossa qualidade mesmo que eles joguem de forma mais agressiva do que na Luz. Eles vão querer usar o fator casa para nos desafiar, até pelo uso da posse de bola. Temos de encontrar soluções e ser corajosos. Já falamos sobre isso. Vamos ter alturas em que estaremos sob pressão e a defender, mas também temos qualidade nos momentos de transição. Temos muita velocidade em campo, precisamos de um jogo equilibrado. O resto depende de como acontece o jogo, de quem marca golos, seremos desafiados de diferentes formas”

 

 

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Advertisement
Botão Voltar ao Topo