Advertisement

Sporting com dores de crescimento e o Benfica nos quartos pelos 3ª vez consecutiva

Há uns 3 anos questionava-se a falta de ambição e de resultados de um Benfica europeu. Hoje, reboque da comunicação social, questiona-se ‘o espetáculo’ do jogo do Benfica

 

O Benfiquista deveria começar a pensar em vestir o fato macaco e estar com a equipa e treinador até ao fim. Deixar a treta do ‘futebol espetáculo’ com que a comunicação social todos os dia debita em cartilha e estar com a equipa.

Advertisement

O Benfica passou aos quartos de final de uma competição europeia pela terceira vez consecutiva. Duas na Champions e agora na Liga Europa. Duas com Roger Schmidt. Passamos de um clube que sentia dificuldades na Europa em termos de resultados, para estarmos nas fases mais adiantadas das competições europeias. Embora tenhamos de reconhecer que a Champions este ano não foi boa.

Só para perceber a conversa que gera audiências. Ontem, na CMTV ficaram chocados por o Schmidt ter dito que a eliminatória se podia decidir nos penaltis. Que as suas palavras demonstraram pouca confiança. Foi questionado se estaria preparado para os penaltis ao qual respondeu que estava preparado para tudo.

Minutos depois, abordaram a possível eliminação do Sporting de forma tranquila dando o argumento da luta pelo campeonato. Prepararam os adeptos para uma eventual derrota em Itália.

Hoje o Benfica passa ao vencer num estádio em que só lá ganhou uma vez na sua história(11 jogos de equipas portuguesas no estádio do Rangers, 8 derrotas e três empates).

Advertisement

Agora podes seguir-nos no WhasApp e no Google Notícias

O Sporting lá perdeu. Dores de crescimento e mil e uma desculpas.

Bem diz o Di Maria: “Continuem a falar”. Quanto a nós, é estarmos com a equipa até ao fim. Antes ganhar a jogar feio do que ter paragonas como ‘caíram de pé’ ou outras vitórias morais por um eventual bom jogo.

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
A semana dos recados