Now Reading:
Benfica – Juntos por TI! – Guilherme Cabral

Benfica – Juntos por TI! – Guilherme Cabral

Obrigado meu Benfica, obrigado Rui, obrigado presidente, obrigado a quem estava no banco, a quem não foi convocado e aos 11 + 3 que entraram em campo e carregaram o meu símbolo. Sim, o meu símbolo. Desculpem aos demais, mas não o divido com derrotados.

Lembro me de crescer e ser do Benfica, mesmo a perder era Benfica. Ainda me lembro do meu pai me dizer “Ser do Glorioso é a melhor coisa do Mundo” e não é que é mesmo?
Aí meu Benfica como te vi crescer. Ainda me lembro do primeiro campeonato que eu vibrei contigo. Tinha 14 anos estávamos na época de 2004/2005. Ninguém podia crer que íamos quebrar o jejum de 9 anos sem ganhar.

Lembro me até hoje da sensação de ser pela primeira vez, campeã contigo. Tenho os recortes de jornais, que irei mostrar aos meus filhos e dizer lhes “Ser do Benfica é isto, não se descreve, sente se”. A quem tu pertences, mas de verdade, sabe o que é sentir isto. Mas ficou por ali e tivemos de esperar até 2009/10 para vibrarmos contigo de novo e depois, ai Benfica, esperamos de novo para um temporada seguida de 4 títulos. Somos Tetra, Tetra Campeões.

Mas desculpa meu Benfica, nem mesmo eu que te amo incondicionalmente, como muitos por este mundo fora, te apoiamos sempre. Também te criticamos. Mas conto te um segredo para que nos possas perdoar, nós Benfiquistas, não sabemos perder, porque tu nos habituaste a ganhar. E quando perdemos ficamos fulos. Mas perdoa me a mim e perdoa quem fica fulo, mas no minuto a seguir te apoia. Perdoa quem fica para lá dos 90 e bate palmas e grita por vocês e nunca te deixa cair. Ao resto não perdoes, eles criticam, criticam, mas chegam ao Marquês primeiro que eu e a dizer que tu és o maior de Portugal.

Mas eu e outros, levamos te ao colo, carregamos te ao peito, mesmo que percas. Choramos de alegria e de tristeza, erguemos o cachecol ao hino, girámos na hora do golo, e serve de saco de boxe na hora do aperto.

Ontem so faltou o girar na hora do golo, e eu fiquei fula, amo ver te ganhar. Mas não desanimes meu Benfica, eu vou estar aqui, e aí na nossa casa também. O Rei olha por nós. E Rei não deixes os nossos meninos desanimarem, e da o toque ao Svilar, porque precisamos do puto.

Não vou mandar já a toalha ao chão, quero ser Penta, meu Benfica. Mas lembra te, a ganhar ou a perder sou Benfica até morrer.

Video: Guilherme Cabral
Texto: Adepta do Benfica

Input your search keywords and press Enter.