A vergonha nacional está mais uma vez… NO RECORD

Advertisement

“Portugueses de bem”. Mas, pelo sim pelo não, vamos lá pôr a Mamona de alto a baixo e esconder o Pichardo o mais possível… Do mesmo tamanho que Jorge Jesus, que no Record medalhas só de lata, e do mesmo tamanho de Porro que é medalha de ouro da gritaria em campo.

Quem faz estas filhas da putice, cada vez menos disfarçadas, é que não é de certeza um “português de bem”. A descriminação nos tempos atuais é muito debatida exceto se o atleta for do Benfica. Aí não há problema nenhum para o mundo do jornalixo a que pertence este jornal. Até o jornal que é mais ligado ao FC Porto consegue dar destaque, de forma idêntica, aos 2 últimos medalhados. Porque é assim que tem de ser.


Quanto ABola nem se fala. Brilhante, maravilhoso e de um orgulho enorme de gente que não olha a clubite. Podem continuar por favor, porque hoje merecem que se compre só pela capa.

Quanto ao tampo de esgoto, a linha editorial é a mesma que a do anti-lampião primário.

Posto isto, vamos continuar a dar “damas” ou outras promos com os logos do Benfica? Vamos continuar a ceder entrevistas a gente que não é de bem?

Acabem com esta gente de vez.

Nunca é demais dar os parabéns a todos os atletas que conquistaram medalhas ou estiveram perto de as conquistar. Só lamento que se tenha de usar a grande atleta que é a Patrícia Mamona para descriminar outros atletas. Não tem culpa nenhuma desta gente que acha que sabe o que é jornalismo.

  • Peço desculpas por eles à grande atleta.