Advertisement

Adão Mendes confirma mais uma truncagem em julgamento

Antigo observador nem levou advogado por estar seguro da sua inocência.

Mais um dia de julgamento e mais uma pessoa que confirma que os mails foram truncados

Adão Mendes revelou que os seus e-mails foram truncados e acrescentadas mentiras: “Tive conhecimento uns dias depois de começarem a ser divulgados. O meu filho avisou-me que andavam a falar de mim nesse programa. Por isso, comecei a ver. Tenho presente e fiquei irritado porque o que leram lá não era com a intenção com que eu os tinha escrito… Senti-me roubado e fiquei preocupado porque algumas coisas que lá disseram não era o que estava escrito… Não houve nenhum email lido na íntegra e foram sempre acrescentadas coisas que não estavam escritas”, garantiu.

Sobre o caso do seu filho em que o arguido por violência doméstica, Francisco J Marques, disse que foi só subir, Adão Mendes esclareceu: “Era relativo a um recurso de um processo do meu filho Renato, que desceu do 3º escalão para os distritais. Pedi-lhe ajuda e ele disse-me que não era ético ser ele, disse-me para falar com a dra Isabel Cunha. Fizemos um acordo e o meu filho meteu o recurso mas perdeu. No programa, o Francisco J. Marques disse na televisão que o meu filho subiu, subiu, subiu. O que era mentira porque o meu filho só chegou ao terceiro escalão.”.

Advertisement

“O meu filho foi candidato a árbitro assistente. Não chegou a ser. Reprovou na prova física, aliás foi logo aconselhado a ver o problema que saúde que tinha. Nem chegou a fazer a segunda prova. Ao contrário do que disseram no programa, não subiu.”

Leia também: Porto Canal pública nova Fake News sobre as bancadas do SL Benfica-PSG

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
A semana dos recados