Futeboltop

Bertino Miranda e Paulo Costa respondem a Rui Costa com arbitragem miserável

PUB

Declarações de Luís Castro, treinador encarnado, após o Estrela da Amadora-Benfica B (2-1), partida relativa à 20.ª jornada da Liga SABSEG.

Derrota: “Em primeiro lugar, estou muito orgulhoso dos meus jogadores. Eu falei com o árbitro, desejo-lhe a melhor sorte do Mundo, mas que nunca mais me apareça [à frente] na vida. À 13.ª jornada, tínhamos três derrotas, duas com este árbitro. Antes do jogo, eu sabia que ia ser muito difícil. O Estrela da Amadora levou um cartão amarelo à 26ª. falta. Nós ficámos com quatro amarelos em 12 faltas. Os nossos jogadores não podiam travar as transições deles porque qualquer falta era amarelo. O Estrela conseguiu travar os nossos ataques. Há um penálti claríssimo sobre Pedro Santos na primeira parte. Não há penálti, na minha opinião, no golo do Estrela e já vi o lance. E, no golo anulado, o nosso jogador toca na bola, no choque de cabeça aceito que nao marque nada, mas se tiver de marcar para algum dos lados, é penálti, porque o nosso jogador é o primeiro a tocar na bola. É impossível contra isto. Tenho evitado ao máximo falar de arbitragem. Contra o Académico de Viseu, o primeiro golo é fora de jogo. Logo a seguir ao golo do Académico, o árbitro marca falta contra nós na área do Académico porque dão uma cabeçada no cotovelo deles. Eles são miúdos novos e ficamo mais stressados como é evidente, mas é impossível. O que nos estão a fazer este ano e impossível. Vamos continuar a lutar, mas se quiserem continuar a fazer isto, não há hipótese”.

Advertisement

Este é dos maiores escândalos. Nem os comentadores da Sport tv sabiam o que haviam de dizer. Esta é a resposta do Bertino Miranda e do Paulo Costa às declarações do presidente do Benfica.

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Advertisement
Botão Voltar ao Topo