Advertisement

Escutas revelam a pressa em construir a academia do FC Porto

Se o plano vai para a frente, o FC Porto tem hipotecado 10 anos de jogadores

O Correio da Manhã revela as escutas do plano de Pinto da Costa e Bruno Macedo na construção da nova academia

 

Escutas a Pinto da Costa já são um clássico. Mas desta vez o plano é para dar dinheiro em comissões aos empresários, segundo o que vem na notícia.

Advertisement

Eis as escutas e o plano:

Bruno diz que estava a falar que teve uma ideia sobre uma montagem dum negócio, que hoje apresentaram ao presidente(Jorge Pinto Costa) e que ele deu luz verde para tratar.
Bruno explica que o Porto precisa fazer um CT(centro de estágio, academia) e apresentaram-lhe o projeto financeiro, refere que é um investimento avultado, para fazer o que o Benfica tem, e que será um investimento acima de 30 milhões. Diz que faziam a academia em conjunto entre o Porto e o BMG (Banco Minas
Gerais), em que o BMG suportava o investimento e depois ficava com uma percentagem de todos os jogadores do Porto que saíssem da academia durante os próximos 10 anos. Comenta que falou com o presidente e que ele deu autorização e refere que pensa que é uma coisa que o Ricardo é capaz de gostar e questiona que é uma verdadeira parceria.

Agora podes seguir-nos no WhasApp e no Google Notícias

Gluhano Bertolucci, agente de jogadores, diz que vai falar com ele (Ricardo). Bruno diz que depois se todos os jogadores formados no Porto passam a ser do Porto e do BMG e tem de se ver a percentagem, porque tem de ser uma parte para o BMG e depois para quem teve as ideias (“nós temos de ter ali uma partezinha”). Refere que basta os jogadores estarem dois anos no Porto e a partir dali têm direito a “x”% durante 10 anos.

Agora toda a gente percebe a pressa da academia.

Advertisement
Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
A semana dos recados