Advertisement

Federação do Nando das faturas afasta adeptos e jogadores da seleção

Rafa foi o primeiro e pode nem ser o único

Advertisement

Hoje foi o Rafa e não vai ficar por aqui enquanto a Federação Portuguesa de Futebol não acabar com o lobby do FC Porto

 

Rafa alegou motivos pessoais para não representar mais a seleção. Seria a primeira vez que seria convocado após o que a Federação Portuguesa de Futebol fez ao colocar a rodar de que o jogador do Benfica não se aplicava nos treinos.

A 16 de novembro de 2021 a comunicação da Federação Portuguesa de Futebol coloca a rodar nas redações de que “Rafa gera desconforto na Seleção” e que a “Estrutura da FPF sente que o extremo do Benfica não tem estado totalmente comprometido”.  Nesta polémica gerada pela comunicação da Federação, só Fernando Santos saiu em defesa do jogador. A estrutura nunca emitiu qualquer comentário em defesa do jogador e tão pouco lhe pediu desculpas como já fez com outros.

Nos últimos dois anos o espetáculo dado pelo Conselho de Arbitragem e Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol sempre a prejudicar o Benfica e a forma como quase se queria transformar a Seleção numa espécie de Satélite do Dragão com líder de claque igual e tudo, levou a que na comunicação da FPF os métodos das mentiras à FC Porto surgissem em força.

Na seleção existem portugueses de primeira e de segunda e Rafa não está para aturar lobby como é o caso de Otávio.  Que aprendam a lição e deixem de instrumentalizar a Seleção.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo