Advertisement

Francisco J Marques volta a atacar juiz com falta de rigor

Diz que o juiz do processo é acionista do Benfica há 55 anos o que não se confirma

Advertisement

Como é que eles dizem nas redes sociais sempre que reciclam uma notícia relacionada com o Benfica? TIC TAC TIC TAC TIC TAC é isso?

 

Está aflito por o dia 27 estar próximo. Dia em que a sentença do caso dos e-mails será lida e que ficaremos a saber se o arguido por violência doméstica, Francisco J Marques, será exemplarmente condenado. Enquanto isso não acontece, lá vai pressionado os juízes que estão à frente do caso, como se fossem árbitros ou jogadores de futebol, acusando-os de serem Benfiquistas e de irem beneficiar o Benfica. E recorre à falta de rigor para tentar passar a mensagem de vitima.

“Porto e eu fomos condenados em primeira instância por um juiz benfiquista. O Benfica, que anda sempre a queixar-se da justiça a norte, teve a sorte de lhe calhar um juiz benfiquista. Seguiu-se o recurso, houve sorteio e saiu um acionista da SAD do Benfica há 55 anos.”

Mesmo que fosse verdade, se fosse ao juiz, tomaria medidas para que estes tipos aprendessem de uma vez, que não vale tudo para atacar o Benfica. É que a SAD do Benfica só existe à 23 anos e não há 55 anos, conforme disse Francisco J Marques, no Porto Canal. Como é que alguém pode ser acionista há 55 anos de uma SAD que só existe há 23?

Voltamos às citações dos cartilheiros: “Não lhes cabe um feijão no cu”.

O Tavares já começou a limpar, pode ser que o deixem isolado nos próximos tempos.

Leia também: Adeptos do Benfica pedem punição desportiva pelo roubo de informação do FC Porto

 

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo