Advertisement

Juiz arrasa! “Nos emails Não se retira a prática de qualquer crime”

Juiz garante que houve uma subversão propositada

Advertisement

E-mails deram promoção a Diogo Faria como diretor de conteúdos do FC Porto

Caso para dizer que o crime compensa e não foi pouco. Agora percebe-se porque é que os conteúdos do Porto Canal, em 90% dos temas, são notícias provocatórias ao Benfica e Sporting. Uma vez que o canal não é do clube e é financiado pelas autarquias do Norte, é tempo do governo também aqui, questionar as opções editoriais com o intuito de lesar uma instituição de utilidade pública que se chama Benfica.

Tentaram com os e-mails e o Benfica teve de trabalhar bastante para conseguir justificar-se do assalto perante os seu parceiros. Hoje, o juiz Carlos Alexandre é bastante claro sobre o caso dos emails. “Houve uma subversão propositada do sentido  dos emails divulgados, com o intuito de fazer crer que estaria em curso um projeto corruptivo, quando dos emails e da sua leitura integral e com o devido respeito, dali não se retira a prática de qualquer crime”.

Usaram a concorrência desleal para tentar ferir o Benfica. Ainda hoje os cartilheiros do FC Porto falam em padres e missas, referindo-se a árbitros, quando as mensagens eram sobre os comentadores que comentavam nos canais.

Até hoje, os condenados por truncar emails receberam uma medalha e subiram na hierarquia do clube. Todos exceto o Francisco J Marques, que acrescentou ao cadastro uma acusação por Violência doméstica.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo