Advertisement

Mesma dinâmica, ligeiros toques e só um foi penalti

Dois destes três lances foram analisados na Sport TV como ligeiros toques

Advertisement

Um diz que o ligeiro toque é penalti contra o Benfica enquanto o outro diz que é um ligeiro toque e que o jogador se aproveita. Já o outro lance ficou de fora das analises do juízo final da Sport TV

 

Não são lances da temporada passada para não haver aquela desculpa de que houve novas recomendações para os árbitros. São 3 lances da mesma temporada das duas últimas jornadas do campeonato português. São lances que aconteceram após a UEFA recomendar não assinalar penalti por ligeiros toques.

 

@recordspt Só um foi penalti #fy #fyp #FCP #SLB #ligaportugal ♬ som original – records


FC Porto-Arouca: Momento em que o jogo estava 0-0 e o FC Porto não tinha nenhum remate enquadrado com a Baliza. Wendell, dentro da área do FC Porto, empurra o jogador do Arouca e tanto o árbitro como o VAR nada assinalaram. A Sport TV no seu programa de VAR, o Juízo Final, não analisou o lance.

Estrela-FC Porto: Wendell, na área do FC Porto, agarra o jogador do Estrela. João Pinheiro nada assinala e o VAR Fábio Melo ignora o lance. No Juízo Final da Sport TV falam num ligeiro toque em que o jogador do Estrela aproveita para mergulhar.

Vizela-SL Benfica: Momento em que o Benfica vencia por 2-0. Luís Godinho decide assinalar penalti por um ligeiro empurrão onde o jogador tropeça nele próprio. O VAR Rui Costa, entende que o ligeiro empurrão é para penalti. No Juízo Final, José Leirós diz que não há grandes ou pequenos penaltis e confirma o ligeiro toque.

A questão que fica é: Há critério para o Benfica e outro especial para o FC Porto?

Leia também: Juízo Final da Sport TV “esqueceu-se” de analisar a entrada sobre Otamendi – Vídeo

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
A semana dos recados