Azuistop

Ministério Público acusa Madureira de ataque a adeptos do Benfica

PUB

Macaco vai a julgamento por atacar adeptos do Benfica no jogo de hóquei

 

Fernando Madureira atuou de cara tapada para não ser reconhecido. Quem o afirma é o Ministério Público, que na acusação que chega a julgamento no próximo dia 20, no Tribunal do Bolhão, no Porto, diz que ‘Macaco’ e mais um grupo de cerca de 200 adeptos fizeram uma espera aos rivais do Benfica. Foi a 7 de abril de 2018 – há quase seis anos – e aconteceu antes de um jogo de hóquei em patins em que FC Porto e Benfica se iam defrontar.

Advertisement

Agora podes seguir-nos no WhasApp e no Google Notícias

“Os arguidos, em comunhão de esforços e intentos, acompanhados de cerca de duas centenas de outros adeptos do Futebol Clube do Porto e/ou pertencentes aos Super Dragões, tomando conhecimento sobre o local onde se encontravam os tais adeptos adversários, muniram-se de pedras, paralelos de calçada, garrafas e artefactos pirotécnicos e gizaram um plano para invadir o metropolitano e atacar fisicamente os apoiantes do clube rival”, lê-se na acusação.

Um dos agentes, que estava a assegurar a segurança dos adeptos do Benfica, foi atingido com uma pedra na cabeça e foi transportado para o hospital.

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Advertisement
Botão Voltar ao Topo