Advertisement

MP acusa 4 adeptos do Famalicão excluindo a velhas práticas dos Super Dragões

Advertisement

O Ministério Público (MP) acusou quatro adeptos do Famalicão pelo arremesso de pedras e garrafas na direção de um grupo de adeptos do FC Porto, após um jogo de futebol à porta fechada, em junho de 2020.

Segundo nota hoje publicada na página da Procuradoria-Geral Regional do Porto, o MP pede a condenação dos arguidos na pena acessória de interdição de acesso a recintos desportivos.

Advertisement

Onde está o comunicado da multa ao FC Porto por arremesso de uma garrafa ao árbitro

Advertisement

A notícia é de 2019 e até hoje ninguém do Ministério Público, acusou a claque afeta ao FC Porto de invasão e arremesso de objetos. E este é apenas um exemplo do que aconteceu e não teve consequências. O problema aqui é que parece que só existe lei para alguns.

No dia em que os adeptos, que hoje são acusados pelo MP, havia um recolher obrigatório. Se o MP acusa os adeptos do Famalicão, terá de acusar os adeptos do FC Porto presentes por furarem o confinamento obrigatório.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Advertisement

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo