Advertisement

“Não importa o que faça, serei sempre criticado, porque sou treinador do Benfica”.

Roger Schmidt, após a goleada por 6-1 na receção ao Vizela, este domingo, para a 22.ª ronda da I Liga

 

Análise ao jogo: “Todos os jogos são importantes, foi um jogo fantástico, especialmente na primeira parte, com um futebol de topo. Taticamente foi dos melhores jogos da época. A pressão que fizemos ao Vizela, não demos chances, ganhámos muitas bolas, fomos muito bons nas transições… Estou muito contente. A segunda parte também foi boa. Foi pena concedermos um golo, mas foi importante marcar mais um. Estamos felizes.”

Pouco descanso: “É o calendário para as próximas semanas. É sempre bom ganhar, jogar bom futebol, é bom para a confiança. A recuperação é mais rápida quando se está feliz, em boa forma.”

 


Criticado pelos onzes iniciais: “Não importa o que faço, vou ser sempre criticado, porque sou treinador do Benfica. É normal. Não é um problema para mim. Tenho de tomar decisões. Tivemos o Vitória há uma semana, depois o Toulouse, dois jogos muito próximos, a Liga Europa a meio, e temos de olhar pelos jogadores. Temos de cuidar deles e dar as oportunidades certas para que alguns possam descansar. Os jogadores estão em muito boa forma. Temos várias opções e precisamos de todos. Foi bom ter feito estas mudanças hoje, sem haver perda de qualidade. Mostrámos um futebol de alto nível, mesmo mudando vários jogadores. Estou muito feliz.”

Agora podes seguir-nos no WhasApp e no Google Notícias

Tengstedt foi titular. Olha para o banco e vê muita qualidade e muitos milhões, é o sonho de um treinador? “Tudo é um sonho para mim, sim [risos]. Não são só os avançados, temos grande qualidade em muitas posições e há muita concorrência. Acho que o Casper Tengstedt precisava de algum tempo para se acostumar a tudo. Agora foi titular e demonstrou que pode jogar bem. Não só marcar golos, mas também com o que trabalha para a equipa. É muito bom taticamente, tem um feeling muito bom para situações de pressão, para as transições. Foi o momento certo para ele voltar a jogar e estou muito satisfeito com a exibição dele. A concorrência é importante para toda a equipa, para os jogadores saberem que a equipa pode jogar um bom futebol com jogadores diferentes. Foi um dia muito bom hoje.”

João Mário ao lado de João Neves no miolo: “Também fez um excelente jogo, deu muito equilíbrio, juntamente com o João Neves. Temos muitas opções, mas prefiro que isso seja um “problema” do que ter outro tipo de problemas.”

Importância de estar na liderança: “Para mim não importa a situação [como está o Benfica e o Sporting, com menos dois jogos neste momento]. Importa é que hoje ganhámos o jogo. Foi a 22.ª jornada, faltam 12, sabemos de como está a classificação. Há muita competição este campeonato e estamos totalmente focados em nós próprios.”

Prestianni esteve no banco, mas ainda não jogou: “Foi um bónus para ele. O Kokçu estava castigado, abriu-se uma vaga e eu trouxe-o para junto da equipa. Já está a treinar, mas precisa de mais tempo. Tem-se saído muitos bem nos treinos, mas ainda é muito novo, precisa de algum tempo para estar em forma e para se acostumar ao comportamento tático da equipa. Vou dar tempo para isso, tal como ao Álvaro Carreras e ao Rollheiser. Para terem o feeeling do que é o Benfica, do que é estar com a equipa. Mas não estamos sob pressão para que ele comece já a jogar. Queremos dar tempo para ele se preparar.”

Neres é reforço para o que falta da época? “Estou muito feliz com o Neres. Esteve três meses fora, teve alguns problemas depois da cirurgia, e hoje podemos ver o que ele pode fazer quando está em forma. Trabalhou arduamente nas últimas semanas, já tinha tido minutos, e agora foi a altura certa para começar a titular. Foi muito bom para nós. Na época passada foi decisivo e nesta também pode ser. Marcou dois golos, fez duas assistências hoje, mas o mais importante é que trabalhou muito O Neres é muito trabalhador e está em boa forma.”

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
A semana dos recados