Advertisement

OJOGO “esqueceu-se” de analisar a chapada de Diogo Costa para penalti

Advertisement

Pedro Henriques manda indireta à Sport TV por falta de repetições no lance do penalti contra o FC Porto e o OJOGO não analisa o lance no tribunal dos especialistas da especialidade

 

É este o rigor do canal que cobra o que cobra para podermos ver os jogos. Repetições nos lances duvidosos na área do FC Porto nem vê-los. Até já há comentadores a queixarem-se da falta de repetições durante a partida.

 

 

 

 

Tal como tínhamos dito ontem, ficou um penalti por assinalar contra o FC Porto, num jogo de carater amigável. Não somos nós que o dizemos, é a imprensa nacional que brinca com o tema. O jornal OJOGO “esqueceu-se” de analisar esse penalti de Diogo Costa. Se na europa marcam penalti contra o Benfica por uma falta com a mesma dinâmica de Trubin, cá, passa ao lado do Nuno Almeida e do VAR Cláudio Pereira. Nem mesmo o Leirós que mandou umas tretas no juízo final alertou o jornal onde escreve.

 

 

 

 
Jorge Faustino garante que há penalti: “Diogo Costa teve uma abordagem no mínimo imprudente na forma como saiu ao cruzamento acabando por dar uma palmada na face de Dener. Penalti por sancionar em lance difícil para o árbitro”

Duarte Gomes: Diogo Costa saíu ao cruzamento para tentar intercetar a bola, que antes foi desviada por Nico González. O guarda-redes do FC Porto não conseguiu travar a marcha e acabou por atingir, com a luva direita, a cara de Dener (ao mesmo tempo, o avançado colocou a mão nas costas do espanhol, mas não o carregou ilegalmente). Lance muito difícil de ver em campo, mas houve mesmo imprudência do guardião azul e branco. A infração devia ter sido sancionada com pontapé de penálti favorável ao Portimonense.

Leia também: Trubin dá uma chapada no FC Porto-Portimonense e não é penalti – Vídeo

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
A semana dos recados