As boas recordações/comissões que o Vaslui tem de Augusto Inácio

Advertisement

Para ter uma noção de que Inácio é a pessoa indicada para substituir André Geraldes, que foi afastado pelo tribunal devido às suspeitas de corrupção, veja o que disse Daniel Stanciu, responsável do Vaslui, equipa Romena por onde passou Inácio.

“As declarações públicas de Augusto Inácio foram uma surpresa para mim. Com todo o respeito pelo futebol português e as pessoas que trabalham na área, as suas opiniões são uma má publicidade para todos os treinadores, não apenas na Roménia, mas em toda a Europa. Devo mencionar que em cinco meses em que trabalhou no Vaslui, ganhou(€) muito mais do que Vítor Pereira numa temporada inteira no FC Porto, apesar de não ter o mesmo sucesso, nem ter conquistado qualquer troféu, embora estivesse ao comando de uma forte equipa e com forte apoio financeiro”, aponta aquele responsável do Vaslui, especificando:

“Augusto Inácio desviou-se da atividade de treinador, mas revelou-se um agente de jogadores excecional. Ficou aborrecido por nos termos oposto à transferência de alguns jogadores da 2.ª Liga de Portugal, que custariam ao clube centenas de milhar de euros, ou de atletas livres, dos quais os seus agentes pediam comissões exorbitantes. Transferimos jogadores que ele pediu, mas não pelo valor proposto, dos quais os emails de negociação servem de prova. Daquilo que tomamos conhecimento pelas pessoas envolvidas, ele definia os preços e, também, estabeleceu os cortes nos ganhos.” O diretor-geral do Vaslui, Daniel Stanciu em 2012.

Posto isto, cada um tem a sua opinião.