Advertisement

Operação Pretoriano muda para a juíza para desagrado de Francisco J Marques

Só falta vir Francisco J Marques dizer que é uma estratégia montada para atingir o FC Porto

 

O processo da Operação Pretoriano mudou de juiz.  O juiz de instrução Pedro Miguel Vieira que aplicou a medida cautelar mais gravosa ao Cabecilha dos Super Dragões, Fernando Madureira, bem como a Hugo Carneiro, conhecido por ‘Polaco’, enquanto Vítor Catão, adepto do FC Porto e antigo presidente do São Pedro da Cova, ficará sujeito à obrigação de permanência na habitação com vigilância eletrónica a partir do momento em que existam condições para deixar de estar em prisão preventiva, vai passar a pasta para a juíza que estava de baixa.

Advertisement

Agora podes seguir-nos no WhasApp e no Google Notícias

Uma vez que Pedro Miguel Vieira era juiz de turno, o processo passa para a juíza Filipa Valente. Esta é a juíza que levou a julgamento Francisco J Marques por dois crimes de violência doméstica.

Só falta o condenado dos e-mails ir para o programa do Porto Canal dizer que isto está tudo montado para prejudicar o FC Porto.

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
A semana dos recados