Vídeo: Novas imagens do ataque à academia de alcochete

Passados seis meses, o Ministério Público (MP) considera Bruno de Carvalho, então presidente do Sporting, suspeito de ter incentivado o ataque pelo qual hoje estão em prisão preventiva 38 homens acusados de crimes que variam entre ameaça agravada, sequestro, dano com violência, posse de arma proibida e terrorismo.

Nas imagens de videovigilância é possível ver comportamentos diferentes entre os agressores – se alguns lançam tochas, danificam carros e se apresentam balançando cintos, outros apagam engenhos pirotécnicos, cruzam-se com Jorge Jesus, Manuel Fernandes e Frederico Varandas sem os agredir. Esta fragilidade na acusação é uma das que já causa mal estar entre PGR e as forças de autoridade envolvidas no caso.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores