Advertisement

FC Porto emite comunicado sobre a operação Pretoriano

FC Porto mostrou descartar o Macaco e companhia

Em causa as diligências relacionadas com os acontecimentos da Assembleia Geral de 13 de novembro

O FC Porto tomou conhecimento de diligências relacionadas com os acontecimentos da Assembleia Geral de 13 de novembro, que resultaram na detenção de dois dos seus funcionários presentes na reunião magna.

Não sendo visado, o clube reitera a intenção de continuar a colaborar com as autoridades em tudo o que lhe for solicitado.

Se desta investigação resultarem mais factos, o FC Porto agirá em conformidade, tal como agiu em relação a três sócios que foram condenados a penas de suspensão entre seis meses e um ano na sequência dos acontecimentos dessa noite.

Comentários

Advertisement

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo
A semana dos recados