Presidente do Braga arrasa arbitragem, Sport TV e Pedro Henriques: “É avençado do Sporting”

António Salvador criticou duramente a arbitragem de Manuel Oliveira no Sp. Braga-Sporting, considerando que o juiz deste encontro “é mau, não vale nada, não sabe o que faz” e que “enquanto jogador também não sabia.”

“Gostava de falar do jogo e das bancadas, mas houve uma arbitragem fraca, sem categoria nenhuma. Quando se anula um golo por uma falta como aquela [n.d.r.: de Dyego Sousa sobre Acuña, aos 46′], quando o VAR chama para vir analisar e o árbitro marca a falta, tenho de dizer que foi fraco. Foi fraco enquanto jogador e enquanto árbitro é mesmo muito fraco. Está a acabar carreira e não chegou a internacional. Aos 76′ há falta dentro da área para penálti sobre o Dyego, mas ele não foi ver; aos 85′ há uma possível falta para o Sporting dentro da área e esse ele foi ver, mas não teve coragem para marcar porque anulou antes um golo limpo, não marcou penálti sobre o Dyego e não teve coragem para expulsar o Gudelj. O Gudelj faz duas faltas para amarelo na mesma jogada e leva um amarelo. Um mais um é igual a um?”, começou por dizer o presidente do Sp. Braga aos jornalistas na zona mista.

Publicidade