Imprensa revela que Benfica renovou com o trio de jogadores

Publicidade

São três de uma assentada – Luís Filipe Vieira regressou de Angola há poucos dias e já conseguiu fechar as renovações de Ferro, Grimaldo e Jota. Ao que Record apurou, já existe acordo final com o trio de jogadores, sendo que o anúncio oficial destas operações está agora iminente e depende apenas do ‘timing’ escolhido pelas águias.

No caso do defesa-central, de 22 anos, trata-se da ampliação do vínculo por mais uma temporada – ficará agora ligado ao emblema da Luz até final de junho de 2024, depois de, já em fevereiro último, ter selado outra renovação –, com direito a substancial aumento salarial. A cláusula de rescisão, acertada na última melhoria, mantém-se nos 100 milhões de euros, um valor que os responsáveis encarnados consideram ser suficiente para manter em sentido os ‘tubarões’.

Publicidade

Quanto a Grimaldo, é mais um importante tema encerrado para a SAD benfiquista, depois de vários meses em conversações com os empresários do lateral-esquerdo, de 24 anos. O dossiê do canhoto era também o mais premente, até porque era, do núcleo duro de habituais titulares, o jogador com ligação mais frágil: até 2021. Agora, acertada a renovação, o espanhol prolonga por mais duas ou três temporadas e vê também o salário disparar para bem perto do lote dos mais bem pagos do plantel. Apesar de Vieira não ter acedido às pretensões iniciais dos agentes do ex-Barcelona, foi encontrado um equilíbrio que ainda assim permite ao camisola 3 ampliar largamente os seus vencimentos, que até aqui estavam na casa dos 800 mil euros líquidos por ano.

Já no que diz respeito a Jota, falamos num tema que há muito estava alinhavado, faltando apenas que o presidente benfiquista desse indicação para avançar em definitivo. Como há muito estava definido, o dianteiro, de 20 anos, vê o seu contrato ampliar em mais duas temporadas (até 2024), e também o salário multiplicar-se várias vezes, fixando-se agora na ordem dos 500 mil euros/ano. A cláusula de rescisão, essa, sobe dos 30 para os 88 milhões de euros, aumentando assim a blindagem de um jovem no qual a SAD muito acredita.

Núcleo duro bem seguro

Com estas renovações, a SAD segura todos os jogadores do núcleo duro que jogam com mais regularidade – as exceções são Fejsa (31 anos) e Jardel (33), que ‘só estão ligados até 2021 – com vínculos longos e há mais um par de medidas na calha.

NÚMEROS

88 milhões de euros passam a blindar o novo contrato de Jota, que também vê o salário multiplicar-se dez vezes. Agora, passa a ganhar cerca de 500 mil euros por temporada

2024 é quando termina a ligação de Ferro e Jota aos encarnados. O central amplia um ano; o avançado acrescenta mais dois. Grimaldo estica o vínculo por mais duas ou três temporadas

100 milhões de euros é a cláusula de rescisão de Ferro, que irá manter-se

Pub

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores