Futeboltop

“Não vamos desistir, não vamos cruzar os braços”

O treinador do Benfica fez a antevisão ao jogo com o Farense referente

PUB

Sobre a questão do título

“Muito provavelmente não seremos campeões esta época, mas não vamos desistir, não vamos cruzar os braços. O Sporting está a jogar de forma muito consistente, já conseguiu vários pontos e nós perdemos alguns ao longo da época e é por isso que eles estão com avanço de sete pontos, têm uma grande vantagem, mas nada está decidido. Agora temos de fazer o nosso papel, mantermo-nos concentrados, vencer nos próximos cinco jogos para termos alguma hipótese de vencer o campeonato, é uma situação possível.”

Advertisement

Agora podes seguir-nos no WhasApp e no Google Notícias

Situação contratual

Pub

“Já mencionei que quando assinei o contrato com o Benfica, claro que ia fazer o meu trabalho da melhor maneira possível. Existem expectativas no Benfica, é um clube que é exigente e que quer sempre vencer títulos. Claro que tentei vencer o maior número de títulos. Agora, perdemos jogos decisivos ao longo do caminho, também na Taça da Liga e Taça de Portugal e agora na Liga Europa. Claro que estou desapontado e particularmente relativamente ao jogo da Liga Europa. Mas, como treinador, tenho de ter igualmente a capacidade de analisar o nosso comportamento em campo, a nossa motivação, o nosso desempenho e, na minha opinião, mostrámos uma boa atitude, boa atitude, uma boa tática, demonstrámos que conseguimos criar oportunidades. Quando analisamos o contexto histórico desta época, demonstrámos sempre que exercemos esforço em todos os jogos, mas nem sempre conseguimos ser eficazes. Tivemos bons momentos, tivemos possibilidade de vencer jogos e decidir jogos, mas é algo que nos faltou durante a época. Infelizmente não conseguimos vencer mais títulos do que a Supertaça, mas quando analiso de forma mais geral, creio que tivemos um bom desempenho, sem necessariamente vencer todos os jogos. Continuo a ver uma equipa que tem um bom espírito no relvado, que tem potencial para continuar em desenvolvimento. Percebo o desapontamento, a desilusão de não ter conseguido mais títulos, mas vejo desenvolvimento dos jogadores, dos mais jovens e creio que há um enorme potencial no plantel. Gosto de ser o treinador desta equipa, percebo a desilusão, sei que as perspetivas da equipa são muito boas e agora cabe-nos a nós tomar as melhores decisões para a próxima época, para estamos devidamente preparados para vencer os títulos. Na minha opinião, às vezes o futebol é isso. Às vezes encontramos momentos de total desapontamento, mas no ano passado fomos campeões e neste momento vivemos período em que continuamos com alguns jogadores da época passada, quatro no total, mas a grande maioria são jogadores novos, e claro que precisamos de tempo para desenvolver a equipa. Penso que seja exequível, não digo o contrário, mas acho que a perspetiva geral da equipa é muito boa. Acho que já disse tudo sobre o assunto.”

Comentários

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Advertisement
Botão Voltar ao Topo