O Tribunal ojogo até que começou bem a temporada mas bastou o presidente do FC Porto atacar as arbitragens nas redes sociais e Pinto da Costa falar ao Porto Canal que borraram a cueca e decidiram seguir a cartilha.

Não viram o jogo e limitaram-se a escrever o que o FC Porto se queixou. Se querem continuar a receber têm de seguir o que mandam. Depois do erro em não assinalar penalti contra o FC Porto, que ojogo ignorou no seu editorial(VER AQUI), o penalti de Alex Telles tinha de ser repetido e o VAR nada fez. Quando noutras ligas isto é repetido, no tugão quando é o FC Porto deixa-se passar. Corona invade a área antes da bola partir, logo tem de ser repetido.