Benfica vence FC Porto com 10 elementos

A equipa de juniores do Benfica, comandada por Luís Nascimento, enfrenta a formação do FC Porto esta tarde (17h00), no Olival, em jogo da 8.ª jornada da 2.ª fase (apuramento de campeão) do Campeonato Nacional [Resultado final: 1-2].

Início avassalador das águias no Olival, com três minutos disputados, os comandados de Luís Nascimento colocaram-se em vantagem no marcador com um golaço.
Um excelente entendimento no flanco esquerdo entre Nuno Tavares e Rodrigo Conceição. Nuno Tavares fez o último passe, desmarcou o camisola 11 dos encarnados que, com bastante frieza, desferiu um potente remate que entrou no canto superior direito da baliza defendida por Francisco Meixedo.

Fábio Vieira, aos 25′ fez o golo da igualdade. Gonçalo Loureiro não rececionou da melhor forma a bola que foi colocada por Celton Biai e o capitão do FC Porto, no sítio certo, aproveitou a oportunidade para atirar a contar.

Luís Nascimento procurava colocar mais frescura no meio-campo das águias e colocou Francisco Saldanha para o lugar de Vasco Paciência. As águias continuavam a pressionar e Gonçalo Ramos, dentro da área, foi derrubado pelo guarda-redes do FC Porto, aos 55′. O árbitro não teve dúvidas e apontou para a marca de penálti.

Tiago Dantas, foi o escolhido para bater o castigo máximo. Calmo e sereno, o camisola 10 das águias atirou rasteiro para o lado direito, bola para um lado, guarda-redes para o outro.

Contrariedade para a equipa benfiquista. Depois de fazer uma falta, o árbitro decidiu dar o segundo cartão amarelo e consequente cartão vermelho a Rodrigo Conceição, ficando o Benfica a jogar com dez unidades a partir dos 61′.

O Benfica esteve perto de dilatar a vantagem por Tiago Araújo. O jogador encarnado teve no pé esquerdo, aos 90+1′, a oportunidade de fechar o encontro. Sem mais oportunidades flagrantes de perigo, o árbitro apitou para o fim da partida. Resultado final: 1-2.