“Este é um grande objetivo para o Benfica, é a Taça deles! Ainda bem que não se lesionou ninguém e não tivemos expulsões. Desta Taça da Liga já estamos livres! Na Taça da Liga, o Benfica prova que é melhor do que o FC Porto há quatro anos”, disse Pinto da costa.

Depois destas declarações e depois de tantos títulos perdidos… para o Benfica, Pinto da Costa muda o discurso. O desespero por um caneco está tão presente que há recados para o treinador através das macacadas da vida.

Outro que retiraria a confiança a Pedro Proença e pedia o fim da Taça da Liga, era António Salvador. Também por coincidência está na final. Fruto da competência demonstrada em campo. Até fizeram mais que o Benfica.

“Este é um ato político revelador e que o SC Braga denuncia por entender que ele é elucidativo da hipocrisia que reina no futebol português, onde todos enchem a boca para reclamar o incremento da sua competitividade, mas onde se usa de todos os expedientes para que se cumpra a vontade do status quo instalado, nem que para tal a Direção da Liga ignore e viole o Regulamento de Competições aprovado pelos Clubes.

Por ser ilegal e irregular, o SC Braga não pode calar a sua revolta perante a postura revelada em todo este processo pela Direção da Liga Portugal, pela sua Diretora Executiva, Helena Pires, e pelo seu Presidente, Pedro Proença, ficando também muito clara a farsa em que se transformou o futebol português e que ajuda a explicar a grande perda de competitividade das nossas equipas e dos nossos campeonatos, interesse superior que é constantemente secundado pela eterna subserviência a três clubes e aos seus caprichos hegemónicos”, escreveu o SC Braga em comunicado

Olha para eles com a mãozinha e tudo… do género “não me f* o troféu”