Advertisement

A imparcialidade do RASCORD

Advertisement

Conforme ontem tinha falado nas redes sociais, nomeadamente no facebook, não gostaria nada de ver o William Carvalho (WC) como medalha de lata tal como fizeram aos Benfiquistas Guzzo e Nuno Santos, por falharem as respectivas grandes penalidades, frente ao Brasil, no mundial de SUB-20.

11703130_919993831401109_344448058716590268_n

Hoje ao ver o jornal, fiquei contente por não ter visto o WC com um latão ao pescoço. Não gostei da maneira como bateu aquela grande penalidade mas isso não é motivo para ser crucificado pois todos eles estiveram bem até à final.

record

Quem deve ser crucificado são os pasquins como o Record, que não têm vergonha de ser o mais parcial possível pendendo sempre para a equipa verde e branca. O Nuno Santos não fez um excelente mundial? e o Guzzo? Por falharem as grandes penalidades levam com a critica do record porquê? Porque aquela selecção tinha menos verdes e brancos que o Benfica? Então mas afinal quem é o português aqui? Então e os medalhados que são colocados para quadrados pequenos na capa? Tanta critica nas redes sociais por a maioria não ter gostado da atitude do WC, mas ninguém se lembrou de criticar estes senhores.

Quanto ao Guzzo/Nuno Santos, que foram alvo de duras criticas, não vi Benfiquistas a defenderem os miúdos, não vi Benfiquistas a perguntar a quem os criticava para deixar a clubite de parte e a chamar a atenção que são portugueses. Simplesmente a maioria deixou que tal acontecesse e agora ficam ofendidos por muitos dizerem a verdade sobre WC.

Para finalizar, é impressionante a campanha que os programas desportivos fizeram aos jogadores da selecção sem nunca os referir como “selecção”. Os jogadores do sporting isto, os do sporting aquilo, o fantástico WC do sporting etc etc… Agora que perderam falam em selecção? Nos SUB-20 falaram em jogadores do Benfica quando falharam as grandes penalidades. É isto que temos em Portugal? Um bando de frustrados que não sabem ser imparciais?

Muita força a todos aqueles que saíram vencidos destas competições, porque também se aprende com as derrotas. Parabéns ao Victor Lindelof, que no seu momento de celebração não se esqueceu de nós Benfiquistas.

Artigo escrito com antigo acordo ortográfico.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Botão Voltar ao Topo