Advertisement

Ana Gomes usa recicla notícia para atacar o Benfica

Advertisement

Depois do seu número da lista dos juízes que com Pinto da Costa no olho do furacão dentro e fora das quatros linhas, Ana Gomes calou-se.

Por melhor que a dita lista se preste a um número televisivo, convém que seja verdadeira e credível. E a julgar pelos formatos que assumiu ao longo dos anos, nas suas várias vidas e publicações, Ana Gomes devia ter sido mais prudente. Não há sequer forma de perceber se os nomes que constam da versão em Excel são os mesmos que aparecem elencados no Twitter.

Advertisement

– Um dos principais critérios que determina se um tema é ou não notícia é a novidade. Ora, uma simples pesquisa no Google mostraria a Ana Gomes que o assunto foi notícia, pelo menos, em Setembro de 2018. Na altura, o Correio da Manhã confrontou António Joaquim Piçarra, recém eleito Presidente do Supremo Tribunal de Justiça, com a dita lista e recebeu as mesmas explicações que Ana Gomes agora lhe exigiu. O assunto ficou esclarecido e morreu

Advertisement

Ana Gomes tem formação em direito e, portanto, devia desconfiar de um documento que atribui o título de “Juiz Conselheiro” a um Juiz em funções num Tribunal da Relação. Na 1ª instância estão Juízes de Direito, na Relação estão Juízes Desembargadores e no topo da hierarquia dos tribunais, o Supremo, estão os Juízes Conselheiros.

Não se sabe em que data foi produzida a lista, mas fala-se em 2011. O problema é que são referidos magistrados que subiram de categoria profissional em anos anteriores.

Partindo do pressuposto de Ana Gomes, de que a lista é uma prova da esfera de influência do Benfica na Magistratura, juízes jubilados desde 2003 serviam exactamente para quê? A troco de que favores é que o clube da Luz lhes oferecia bilhetes?

A questão da utilidade é válida também para alguns magistrados que constam da lista e que, à época, se encontravam em comissões de serviço fora do país. Vir de Bruxelas a Lisboa ao fim de semana é fácil, de Díli nem por isso…

Advertisement

Ana Gomes quer que cada um dos 44 juízes tome uma posição. A verdade é que o Presidente do Supremo, que é por inerência Presidente do Conselho Superior da Magistratura, respondeu por todos, mas para além disso, alguns já não estão vivos.

Portanto a notícia destes dias foi reciclada com o intuito de criar polémica em torno do recurso de Rui Pinto que foi indeferido. Tiro ao lado, mais um.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo