Advertisement

“Há quem em dificuldade seja sempre amparado”

Advertisement

Hoje festejamos o título nacional de atletismo em pista coberta e fazemos um balanço da atividade desportiva no fim de semana, marcado por muitas vitórias e pela polémica no dérbi de voleibol feminino. E por falar em polémica, o que dizer das arbitragens nos jogos de FC Porto e Sporting nesta jornada da Liga?

1
Depois da ausência na temporada passada em protesto devido à organização da prova, que regressou agora ao formato anterior, voltámos a sagrarmo-nos campeões nacionais de atletismo em pista coberta. O domínio exercido ficou bem patenteado na classificação final, com 28 pontos à maior sobre o segundo classificado, o Sporting.

Advertisement

Os nossos atletas venceram oito das 13 especialidades e obtiveram ainda quatro segundos lugares e um terceiro, totalizando 98 pontos. É o nosso 11.º título, o nono nas últimas onze temporadas.

Destaque também para Rui Bragança, que venceu o Campeonato de Portugal de taekwondo.

Advertisement

Parabéns!

2
Foi intensa a atividade benfiquista nos últimos dois dias. Nas camadas jovens do futebol, o triunfo dos Sub-19, por 1-4, no Estoril, proporciona a liderança isolada da fase final do Campeonato ao fim de duas jornadas. Os Sub-17 bateram o Sacavenense por 4-1. Hoje joga a equipa B, às 18h00 no Benfica Campus, frente ao Farense.

Nas modalidades de pavilhão, masculinos, vencemos o ABC em andebol, o Braga em futsal, o Valongo em hóquei em patins e o Leixões em voleibol (hoje há partida com o Fonte do Bastardo, na Luz, às 20h00). Nos femininos, vitórias em andebol, basquetebol e hóquei (goleada ao Voltregá na Liga Europeia), mas perdemos em voleibol.

3
A derrota no voleibol feminino, em Alvalade frente ao Sporting, merece uma reflexão.

Advertisement

O jogo foi muito disputado e decidiu-se nas vantagens da negra. Houve várias decisões de arbitragem incompreensíveis. Uma arbitragem competente e com melhor qualidade garantiria outro resultado: a vitória indiscutível do Benfica. É fundamental evoluir neste aspeto e é com esse intuito que o Benfica fará uma exposição à Federação com os lances em causa.

No entanto, temos observado, com preocupação, uma tendência inaceitável, que urge corrigir, de benefício ao Sporting nas arbitragens das modalidades de pavilhão. Não se entende este fenómeno, pois é a verdade desportiva e a justiça nas competições que estão em causa.

4
E ontem, no futebol, voltámos a constatar a gritante ausência de uniformidade de critérios na Liga Portuguesa quanto a cartões amarelos depois de faltas duras, penaltis, expulsões, mas com um padrão comum: há quem em dificuldade seja sempre amparado. Fica muito mais fácil ganhar jogos assim. Recordamos apenas que em três jogos – Estoril, Moreirense e Gil Vicente – decisões infelizes de arbitragem custaram ao Benfica sete pontos neste campeonato.

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo