Processo Cashball tem mais um nome. Bruno de Carvalho

Antigo presidente do Sporting foi denunciado por Paulo Silva, arrependido que denunciou um alegado esquema de viciação de resultados no andebol e na I Liga.

Bruno de Carvalho está a ser investigado por corrupção desportiva no âmbito do processo Cashball, avança o JN. O nome do ex-presidente do Sporting terá sido apontado como “cérebro” da operação por Paulo Silva, o arrependido que denunciou um alegado esquema de viciação de resultados de andebol e da I Liga de futebol.

Publicidade

O intermediário, que se deslocou ao DIAP do Porto em março do ano passado para denunciar o caso e entregar mensagens de WhatsApp que, no seu entender, servem de prova da corrupção, implicou Bruno de Carvalho no caso, garantindo que as ordens de corrupção os envelopes com o emblema do Sporting que continham as alegadas luvas vinham do ex-líder leonino.

Em causa estão suspeitas em jogos de andebol e futebol, com V. Guimarães, Feirense e Chaves. O alegado esquema de corrupção envolverá o aliciamento de árbitros e jogadores.