Vieira: “Reafirmo que no Benfica não existem sacos de nenhuma cor e espécie e, menos ainda, sacos azuis”

Luís Filipe Vieira vinha a ser acusado de fugir aos temas polémicos que têm atingido o Benfica, mas o presidente das águias aproveitou a Assembleia Geral para falar dos processos judiciais… E não só. O insucesso desportivo da última época e o programa em marcha para voltar à rota dos triunfos também foram falados na reunião magna do clube.

O líder máximo do emblema da Luz falou na existência de uma coligação negativa que tem procurado manchar o nome do clube, mas começou por tranquilizar os sócios, sublinhando que não existem sacos azuis e explicou a ligação às empresas de informática que estão sob alvo de investigação. “Reafirmo que no Benfica não existem sacos de nenhuma cor e espécie e, menos ainda, sacos azuis”, enalteceu Vieira logo no início da intervenção.

Vieira aproveitou a boleia do caso dos Vouchers, o qual foi encerrado sem o Benfica ser condenado, para apelar à confiança dos benfiquistas na direção do clube e, enalteceu, que os polémicos emails divulgados serviram apenas para “condicionar os agentes desportivos contra o Benfica”. Defendeu, ainda, que na Luz todos estão empenhados no apuramento da verdade e ao lado da Justiça, tal como na investigação que está a ser efetuada aos jogos dos últimos cinco anos. Contudo, sublinhou que “o único crime que está provado é a violação e adulteração de correspondência”.

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores