Aníbal Pinto pensa que está no Pé em Riste da CMTV

Advertisement

O advogado Aníbal Pinto, acusado de um crime de tentativa de extorsão no processo que também envolve Rui Pinto, pensa que está na CMTV e reage de forma exaltada aos argumentos que o Ministério Público utilizou para manter a acusação contra si.

“É surreal. O Ministério Público teve o topete de vir dizer que Pedro Henriques não estava a representar a Doyen enquanto advogado. Isto é uma brincadeira. O Ministério Público devia cumprir a lei. O ponto 133 da acusação indica que ele atuou enquanto advogado. O Ministério Público faz pior que tábua rasa, o que faz é contradizer o que carregou para os autos””, declarou Aníbal Pinto aos jornalistas à saída da audiência do debate instrutório do processo em que é arguido.

O advogado diz ter sido traído por Pedro Henriques, quando este aceitou, em Outubro de 2015, negociar um acordo para que Rui Pinto suspendesse as publicações do blogue Football Leaks, acabando por pôr as autoridades ao corrente de todas essas negociações.

“O dr. Pedro Henriques enganou-me, instigou-me. É uma vergonha”, criticou Aníbal Pinto.