Eu sei meus caros amigos que nós não devemos dar muita “cumberça” a estes tipos. Mas nos últimos dias confesso que tenho gostado do bailarico que estou a dar ao Baldaia no twitter. Também sei que me vão dizer que ele está a usar-me para agradar uma corte qualquer mostrando serviço. Mas a verdade é que não sou médico e já consigo detetar tanto problema na coluna do Baldaia que decidi partilhar convosco.

Há umas boas semanas o Baldaia dizia que o tal “clube do regime” não queria terminar o campeonato e dar o título ao FC Porto na secretaria. Isto quando o clube fazia doações à saúde e estava(como está hoje) mais preocupado com este vírus. Mais tarde, o Baldaia deu um mau jeito à coluna e dizia que o clube do regime não queria regressar e que havia gente(eu incluído) que queriam o campeonato terminado a contar apenas a 1ª volta. Confesso que o disse e não mudo de opinião. Como também disse que o melhor seria cancelar o campeonato e recorrer à classificação de 18/19. Se anulam um campeonato não faz sentido nenhum recorrer às atuais classificações. Só faz sentido para o clube que precisa de 40 milhões no imediato, para se financiar nos bancos.

 

Mas hoje o mesmo Baldia diz que o mesmo “clube do regime” quer jogar em campo e não quer cancelar o campeonato. Ou seja, deu mais um mau jeito à coluna. Pobre coitado. Não satisfeito pelo bailarico que estava a levar, teve de recorrer ao crime para me responder. Resultado, vai levar o mesmo caminho que o seu “colega”, o das terças. Uma pessoa até diz para ele saltar para banheira mas o homem “num” quer carago.

Desespero de Pinto da Costa leva-o a criticar o trabalho dos seus cartilheiros

Também é verdade que caí que nem um “pato” numa fake news de um suposto artigo feito no DN, em que dizia que a UEFA deu a sugestão do recurso às classificações de 18/19. Não sei quem o fez e realmente não tem lá muita piada. Mas é o que é. Também temos de cair para aprender.

 

Depois temos o outro que diz “O futebol precisa, mais do que nunca, de transmitir confiança e transparência para todos os adeptos”.
Podiam começar a contar o que se passa lá em cima. Principalmente na parte da transparência. Há medo de quê?

E pronto… um bom dia a todos! 🙂