Lei obriga adeptos a registarem-se no IPDJ se quiserem ir ver um jogo de futebol. Mas depois vemos a lista dos registados e dá para rir

Publicidade

O Benfica apanhou um jogo à porta fechada devido a uma retaliação do agora presidente demitido Augusto Baganha. O clube da luz vai recorrer porque não incorre em qualquer tipo de violação da lei.

Segundo o IPDJ, um adepto se quiser ir ver um jogo de futebol com um grupo de amigos, tem de registar o grupo como associação. Isto nem no tempo do Salazar e da famosa PIDE. Somos livres de ir ver os jogos que quisermos, sem ter de andar o nome no IPDJ. Mas depois vamos ver os outros que estão registados como claques ditas legais e dá para rir.

Publicidade

Segundo os dados apresentados, as claques do FC Porto têm apenas 956 pessoas registadas. Quantos bilhetes no clássico são atribuídos às claques do FC Porto? 2500 bilhetes.
Então se só têm esse numero de pessoas registas, proponho que o Benfica só ceda 956 bilhetes para as claques no próximo clássico.

Haverá coragem para o IPDJ mostrar a ultima lista de registados que estiveram presentes no FC Porto-Moreirense? Não há! Sabe porquê? Porque essa lista sendo obrigatória, tem de ser enviada dias antes do jogo mas simplesmente não é enviada. O IPDJ não cumpre e muito menos faz com que cumpram a lei das “claques”. Como querem penalizar o Benfica, por os seus adeptos não querem constituir uma organização(está no direito de qualquer cidadão), se os outros não cumprem?

São sócios e a maioria tem Red Pass. Se quiserem saber os nomes peçam-nos ao clube.

Pub

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores