Mais um calote do Sporting em dia de recurso por João Mário

Advertisement

O Sporting ainda não pagou o valor do mecanismo de solidariedade ao clube de Barcelos onde se formou Paulinho, atleta que os campeões nacionais contrataram na época passada ao SC Braga. E os ‘leões’ ainda querem pagar menos do que o Santa Maria, da freguesia de Galegos Santa Maria, considera ter direito.

“Para já ainda não recebemos nada. É uma situação que estamos a aguardar. O que dizem sempre é que o Sporting é bom a contratar mas é mau a pagar. Estamos a tentar que as coisas se resolvam pela via do diálogo. Para já não recebemos nada mas vamos”, referiu aos jornalistas o presidente do clube, Bruno Torres, na apresentação do plantel para a época 2021/2022, citado pelo Diário do Minho.

Bruno Torres acrescenta que o Sporting quer pagar menos do que o Santa Maria defende ser seu direito: “A lei diz que temos a receber cerca de 480 mil euros, só que o Sporting diz que temos a receber 363 mil euros, devido ao Paulinho não ser um profissional de formação. Temos algumas dúvidas sobre isso e estamos a tentar esclarecer junto das autoridades responsáveis para saber o valor a receber e a forma de pagamento”.

O avançado internacional transferiu-se após quatro temporadas no SC Braga por 16 milhões de euros (acrescidos de IVA) para o Sporting, na época passada.

No dia em que o Sporting fala em recurso pelo João Mário, é preciso ter lata.