MP acusou empresário ligado ao FC Porto

PUB

O Ministério Público (MP) acusou Pedro Pinho de agredir um operador de câmara da TVI nas imediações do estádio do Moreirense, no final de um jogo entre este clube e o FC Porto, em abril de 2021.

A Procuradoria-Geral Regional do Porto refere que o arguido está acusado do crime de ofensa à integridade física qualificada, crime de dano com violência e crime de atentado à liberdade de informação.

PUB

Segundo o Ministério Público, a vítima, encontrava-se a a exercer as suas funções de jornalista tendo sido abordado pelo arguido “que, com o intuito de que parasse de filmar, lhe desferiu um pontapé no abdómen e, simultaneamente, no material de imagem com que filmava”.

O MP acrescenta ainda:

“Como não conseguisse fazê-lo, arrancou-lhe o cabo, fazendo com que se perdesse o sinal em direto e a transmissão em tempo real das imagens”, sustenta ainda o MP.