Pedrinho teve a coragem de dizer tudo aquilo que muitas das vezes é escondido pela imprensa e pelos mesmos do costumes. E com isso partilho tudo o que disse deixando-lhe os meus parabéns pela coragem. “Foi tudo difícil de gerir, mas segundo o que passou cá para fora foi por causa das condições climatéricas e pelo estado do terreno… Bem, esta noite tive oportunidade de acordar duas vezes e, olhe, parecia que o hotel ia abaixo… e o jogo não foi adiado não sei porquê. Se calhar nós chegámos aqui eram seis horas da tarde. Até me sinto envergonhado por ser português. Vamos lá para fora no estrangeiro por causa disto. Não é só pelo dinheiro.

Acontecem as coisas e as pessoas fazem como se não se tivesse passado nada. Chegámos aqui e o campo não está marcado? Sou do Norte, de Freamunde, teve um mês a chover diariamente. Nunca vi o campo do Paços ou das distritais por marcar… É ridículo e peço desculpa, porque às vezes tenho o coração perto da boca, mas é ridículo o que se passou aqui. Depois as coisas aconteceu. Se calhar até perdemos bem, mas o que aconteceu hoje ou amanhã nem sai nada nos jornais. Se fosse com os três grandes até saiam umas oito capas de jornais, mas como é o Paços contra o Santa Clara toda a gente tapa os olhos. Faz parte do futebol. É isto que temos. Vemos o João Félix a sair para a Liga espanhola por 120 milhões, temos tudo para ser um bom exemplo e não somos um bom exemplo.”