Apenas multa no 2º castigo de Conceição

Advertisement

Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol anunciou, em forma de comunicado emitido através das plataformas oficiais ao início da tarde desta terça-feira, que Sérgio Conceição foi condenado ao pagamento de uma multa no valor de 1.913 euros.

Em causa estão declarações prestadas pelo treinador do FC Porto na conferência de imprensa de antevisão ao encontro com o Portimonense a propósito da expulsão de que foi alvo diante do Paços de Ferreira, na primeira volta na I Liga.

“No final do jogo fiz o que sempre faço, vou cumprimentar o árbitro. Sem dizer completamente nada, viro as costas e há um comentário a dizer que a minha cara é sempre a mesma. Eu começo a falar e vejo amarelo, depois pergunto: ‘Então mas porquê? Queria falar dos quatro minutos’. Tudo isto temos as imagens. Estivemos a ver e está lá exatamente isso. Nesse momento levo o vermelho. A partir daí, é inacreditável. É ridículo”, atirou, a 7 de novembro de 2020.

Sérgio Conceição afirmou, ainda, que Nuno Almeida, lhe terá dito “Eu expulsei-te, não por alguma coisa que me tivesses dito, não por falta de respeito que tivesses para comigo, mas pela tua cara”. Algo que o árbitro contrapôs, assegurando que o técnico teria atirado: “És uma vergonha, és um mentiroso”.

O comunicado informa, ainda, que esta decisão é “passível de recurso, nos termos da lei e dos regulamentos, para o Conselho de Justiça ou para o Tribunal Arbitral do Desporto”.