Benfica emite esclarecimento sobre as ultimas “notícias”

Advertisement

A Procuradoria-Geral da República (PGR) negou esta terça-feira, em comunicado, que o presidente do Sport Lisboa e Benfica, Luís Filipe Vieira, seja arguido no chamado caso dos emails, em que se investigam crimes de corrupção desportiva, como hoje foi avançado no Correio da Manhã.

“Ao abrigo do disposto no art.º 86.º, n.º 13, alínea b) do Código de Processo Penal, e na sequência de notícia vinda a público relacionada com o designado “processos dos emails”, esclarece-se: Neste momento, o referido inquérito tem um arguido constituído, não sendo nenhuma das pessoas mencionadas na notícia”, esclarece a PGR.