No programa de debate sobre a nova lei das claques, o incendiário do FC Porto perdeu uma bela oportunidade de justificar quais os problemas judiciais que levam a que a claque Super Dragões, recorrera a um pré-fabricado em frente ao museu.

A revelação foi feita num fórum associado ao FC Porto e ao que parece foi a “claque com menos expressão”, segundo um dos directores de comunicação, que denunciou a situação. Quais são esses tais problemas? Então os legais supostamente não têm problemas. E já agora, quantos adeptos dos Super Dragões estão registados? Será que há coragem de revelar os números?