Advertisement

FIFA exclui do mundial os árbitros da Liga da farsa

Advertisement

O Campeonato do Mundo do Catar, que se vai realizar entre 21 de novembro e 18 de dezembro não vai contar com árbitros da Federação Portuguesa de Futebol que apitam na Liga da Farsa.

Ao todos são 36 árbitros, 69 assistentes e 24 videoárbitros de várias nacionalidades, mas nenhum português. Existe apenas um Luso-descendente que estará no mundial. Chama-se Victor Gomes, é filho de pais madeirenses e apita no campeonato sul-africano. Não apita na Liga da Farsa e muito menos tem ligações à FPF. É também por isso que estará presente no Catar.

Advertisement

Tal como já aconteceu no Mundial da Rússia, o Conselho de Arbitragem volta a ser derrotado na FIFA. Podem atribuir sem mérito as insígnias de árbitro internacional para manter a quota de internacionais, mas não conseguem fazer com que estejam nas fases finais de grandes competições. Porque simplesmente são maus.

Um segundo mundial consecutivo sem árbitros portugueses, deveria ser a razão mais que suficiente, para a demissão do Conselho de Arbitragem. Em vez disso, vão esconder o insucesso anunciando a “primeira mulher no VAR da Liga da Farsa”. E quanto a esse tema falaremos na altura certa.

Advertisement

O que levará ao Fernando Gomes, Tiago Craveiro e Luís Sobral a manterem o incompetente do Fontela Gomes? O Conselho de Arbitragem, a par do Conselho de Disciplina, são o cancro do seu mandato. Não será altura de fazer mudanças ou é para continuarmos a brincar aos narcocampeonatos?

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo