Rui Costa, administrador da SAD do Benfica, foi suspenso por seis dias pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), depois de ter sido expulso durante o jogo entre Benfica e FC Porto, das meias-finais da Taça da Liga.

Os protestos contra a equipa de arbitragem valeram também uma multa de 287 euros ao administrador da SAD encarnada. “O agente foi considerado expulso porque, no túnel, durante o intervalo, dirigiu-se ao árbitro em tom de voz alterada e disse: “Estou a perder 2-1 com um golo mal anulado”. Tendo continuado a proferir tal frase até ao balneário”, pode ler-se no relatório do CD.

Luís Gonçalves, diretor desportivo do FC Porto, também foi suspenso pelo CD.