A opinião de Marco Ferreira no “fora de Jogo” do Jamor e a opinião no fora de jogo no Dragão

Publicidade

Na cronica de Marco Ferreira ao jornal do 5porting(record), a tendência para rebaixar ex-colegas e chamar as pessoas de estúpidas. Sem ter a coragem de falar em nomes, o Marco pensa que sabe muito mas nós(os populares) sabemos como subiu na arbitragem e também como desceu.

No global fala em cortinas de fumo para defender Fábio Veríssimo/Carlos Xistra e em análises populares. Quanto a decisões populares, eu não vou acusar a boquinha porque para infelicidade dele, fui seu colega de arbitragem. E mesmo que não fosse, teria todo o direito de dizer que está errado. A visão é um dos requisitos que todos os árbitros têm de ter e o Marco tem falta dela. Esperteza para o chorar de que não tem como viver depois de sair da arbitragem etc etc… ele tem, visão não. Vou apresentar dois lances e a duas análises do Marco.

Publicidade

Marega toca na bola e é nesse momento que Pepe está em posição de fora de jogo. Interfere na jogada tapando a visão do guarda-redes, tonando-se parte ativa da jogada. Tanto nas directrizes do ano passado como nas deste ano, o lance é irregular. O que disse o Marco? É ler a parte do “Limpo” que a outra é a opinião de Jorge Faustino.

Esconde que a bola toca no peito de Marega e que é a partir daí que conta e não do remate. Ou não tem visão, ou é aquela tal coisa que mencionei em cima. Mas agora vejamos o que disse sobre o fora de jogo no Codecity-Benfica. O que diz o “bem invalidado” por que o Jorge Faustino, mais uma vez, diz o que está na lei.

Para o Marco, opiniões como a minha e os demais ex-árbitros são análises populares para defender as suas cores. Critica ex-árbitros internacionais(eu não o fui e da forma como alguns lá chegaram também não o queria ser) entre outros, porque as análises não vão de encontro com a sua. Por isso é que ele durou lá pouco tempo e os outros não. Não esquecer que foi o árbitro que teve a pior nota de sempre na primeira liga.

Pub

Subscrever Blog via email

Indique o seu endereço de email para subscrever este site e receber notificações de novos artigos por email.

Junte-se a 1.255 outros subscritores