Advertisement

Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto deixa aviso

O mero envergamento de peças de vestuário não deverá ser condicionante ao acesso e permanência dos seus portadores.

Advertisement

A Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto tomou posição e deixou um aviso em jeito de recomendação sobre o caso da criança que foi impedida de assistir ao Famalicão-Benfica com a camisola das águias vestida.

“Assumindo como prioritária a proteção da vida e da integridade física de todos aqueles que participam no espetáculo desportivo e não descurando a manutenção de condições de segurança e salvaguarda de circunstâncias especiais que ocorram no âmbito das respetivas operações de segurança, devem os promotores dos espetáculos desportivos zelar pela compatibilização e equilíbrio das componentes “Segurança”, “Proteção” e “Serviços” , bem como pela facilitação de adequadas condições de hospitalidade e fruição do espetáculo desportivo no acolhimento dos adeptos visitados/locais e visitantes”, refere.

“O mero envergamento de peças de vestuário, que se sublinha terem natureza diferente de meros adereços, (e desde que não contenham símbolos, sinais ou mensagens ofensivas, violentas, intolerantes, de caráter racista ou xenófobo) não deverá ser condicionante ao acesso e permanência dos seus portadores. De igual forma, não se considera que a sua remoção seja, por si, suficiente para garantir a segurança dos adeptos visados.”

A Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto sublinha que se devem “garantir que os adeptos visitantes são tratados com respeito e igualdade relativamente aos adeptos locais” e “procurar soluções que, localmente, permitam aos adeptos fruir o espetáculo desportivo em pleno enquadramento familiar, independentemente da diversidade cultural ou clubística individual, garantindo as necessárias condições de segurança”.

Leia também: Famalicão emite comunicado a exigir desculpas

DEIXE A SUA RESPOSTA

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Botão Voltar ao Topo