Dono SAD do Portimonense é que explica tema Nakajima. Ai o Aves, o Aves…

Advertisement

Theodoro Fonseca classificou esta segunda-feira a atual situação de Nakajima no FC Porto como um “caso muito delicado”. O dono da SAD do Portimonense, responsável pela vinda do japonês para o futebol europeu e pai do agente Theo Ryuki, que gere a carreira de Nakajima, comentou o tema em declarações à SIC Notícias admitindo até concordar com a forma como os dragões estão a geri-lo.

Então temos um dono da SAD do Portimonense a explicar o que se passa com o Nakajima que joga no FC Porto. E esta comunicação social comporta-se como se fosse uma coisa super natural. Então o Portimonense explica assuntos internos do FC Porto e está tudo bem. Imagine só alguém do Aves explicar o que se passa com um jogador do Benfica que tenha passado pelo Aves. Se até as clausulas de rescisão e as clausulas anti-rivais fazem um assunto mau imagino o que fariam neste caso.

Assim anda tudo contente a tentar explicar o tema Nakajima de modo a que lavagem fique sem a nódoa da falta de pagamentos. At

“É um caso muito delicado. Até concordo com a postura do FC Porto e do Sérgio Conceição. Ao princípio ele recusou-se a treinar até pela esposa, mas eu percebo o lado do clube… Já se falou em dinheiro, mas não é nada disso. Está tudo em dia. O Nakajima não quis reintegrar o grupo por causa do que expliquei. Ele quer treinar, mas todos nós sabemos que há procedimentos a fazer. E não é assim… Eu expliquei-lhe isso e o meu filho [Theo Ryuki] também. São necessários alguns procedimentos e a aceitação do grupo e da equipa técnica, que nunca lhe virou as costas, mas é um caso complicado. Expliquei-lhe que não é assim tão fácil. Por mais vontade que tenha, agora vai ter que esperar os testes e a aceitação. Ele é um jogador muito valioso, um jogador fora de série, mas tem de entender os colegas, a equipa técnica, a administração.”

E é isto! Viva o Futebol Português.