Macaco diz que foi a alguém a chamá-lo quando ele é o único que tem megafone

Advertisement

O facto de ser conhecido no mundo do futebol como Macaco leva o cabecilha dos Super Dragões, Fernando Madureira, a desculpar-se das palavras racistas que mencionou no momento do penalti do Young Boys, num jogo referente à Liga Europa.

“O megafone estava aberto e pode ter sido alguém a chamar-me ou até eu a dirigir-me alguém na bancada. Já me acusaram de tudo, mas de ser racista é a primeira vez. Não faz sentido outra explicação porque sempre fui conhecido como Macaco, jogo futebol com o número 9 e o nome Macaco nas costas e mesmo as minhas redes sociais são denominadas de Macaco líder como posso demonstrar a quem tiver dúvidas”, assevera o cabecilha da claque.

É das desculpas mais ridículas alguma vez ouvidas. A não ser que exista outro macaco com a mesma voz, toda a gente sabe aquilo que este individuo tem feito no campeonato português. quem não se lembrar do jogo com o Paços?

Vídeo: Fernando Madureira é convidado pela FPF e Liga num evento e anda a fazer isto nas bancadas

É comparar